Plano de negócios


O plano de negócios, além de diminuir os riscos e as incertezas de um projeto de inovação, é uma exigência para concessão de financiamento da maioria das agências de fomento e dos bancos de desenvolvimento. O plano, que descreve quais os objetivos de um negócio e quais os passos que devem ser dados para alcançá-los, é um instrumento fundamental no planejamento das atividades e introdução de uma inovação.

O plano ajuda a concluir se uma ideia é viável e a buscar informações mais detalhadas sobre o ramo, os produtos e serviços que pretende oferecer, clientes, concorrentes, fornecedores e, principalmente, sobre os pontos fortes e fracos do negócio. Identifica as oportunidades de mercado e analisa o mercado.

Apesar de não haver um modelo padronizado de plano de negócios, em geral, o documento apresenta informações dos empreendedores, experiência profissional e atribuições; dados do empreendimento (missão da empresa, setores de atividades, forma jurídica, enquadramento tributário, capital social, fonte de recursos); análise de mercado, com identificação dos potenciais clientes; planos de marketing, operacional e financeiro; e uma avaliação estratégica que traga uma reflexão sobre os aspectos favoráveis e desfavoráveis do negócio.

No caso de um projeto inovador, a capacitação dos profissionais envolvidos é fundamental. A plataforma de formação continuada EducAnpei propicia a capacitação necessária para os processos de gestão do esforço inovador das empresas. São dez rotas de desenvolvimento profissional e cada rota tem cursos específicos:

•  Ciclo Introdutório
•  Gestão da Inovação
•  Gestão de Projetos de inovação
•  Recursos para Inovação
•  Gestão da propriedade intelectual
•  Inovação na PME
•  Inovação baseada em mercado - Market Pull
•  Inovação baseada em tecnologia
•  Negócios inovadores
•  Inovação Aberta